A AIDS não mata!


aids

O envoltório do HIV se funde com a membrana plasmática do linfócito e entra na célula. Seu envoltório é destruído pelas enzimas celulares, liberando, assim, o seu material genético no hialoplasma da célula. Em seguida é feito a síntese de DNA, que se incorporará ao material genético do linfócito, passando a controlá-lo. A partir daí são feitos novos RNAs viróticos e um novo vírus HIV é produzido. Esse novo HIV irá destruir o linfócito e será liberado para o organismo, podendo matar mais glóbulos brancos.

Perceba que a AIDS não afeta nenhum órgão, ela mata linfócitos, diminuindo ao máximo a imunidade do aidético, de modo que se qualquer doença, por mais simples que seja, afetar o paciente, essa se tornará grave e o matará.

Em suma, são as doenças oportunistas que matam o HIV postitivo, e não a própria AIDS.

Simples.

Fonte

#Ciência #Dinheiro #VerdadeOculta