[hoax] Instrução do Pentágono para a remoção do “gene de Deus”

Vídeo gravado dentro do Pentágono que demostra o objetivo do governo no desenvolvimento de uma “vacina” para a religião. Joey Lambardi recebeu este vídeo enquanto estava na unidade “Câmera de Combate” no exército:

Na verdade, havia dois vídeos. Um parecia um vídeo amador caseiro que era de uma festa em uma área comum, como um refeitório ou algo assim. Há um bolo que diz “FunVax is a Go” nele e uma placa que diz Parabéns, FunVax. Mas essa era toda a informação relacionada ao funvax. Foi uma festa normal, as pessoas falavam de coisas normais. O segundo vídeo foi muito mais informativo. Era uma filmagem do DoD de uma sala de aula no pentágono. A data do vídeo foi marcada em 13/04/05, então alguém estava segurando isso por um tempo. Eu o recebi, na segunda semana de fevereiro deste ano. Então, nele, tinha um dos caras do outro vídeo, o vídeo da festa, fazendo uma apresentação. Eu só tenho um clipe de 8 minutos desta apresentação, mas basicamente, esse cara, ele deve ser um cientista. Esse cara está dando uma palestra sobre o cérebro e um gene chamado VMAT2 para um grupo de homens de terno e vários uniformes militares. Ele fala sobre religião e mostra imagens de ressonância magnética do cérebro. Ele disse que a inibição de VMAT2 pode, ao longo do tempo, fazer com que o cérebro de uma pessoa mude de uma estrutura cerebral religiosa, eles cientificamente, você sabe que eles chamam de fenótipo … mas basicamente, você pode transformar um cérebro religioso em uma estrutura cerebral não religiosa . VMAT2 é aparentemente o nome científico do que as pessoas chamam de Gene Divino. No final do clipe ele conta que fez uma proposta sob o nome de FunVax para começar a fazer experiências com o gene VMAT2 com o objetivo de criar um vírus, como o da gripe, que irá remover ou substituir esse gene em pessoas do Oriente Médio . Seu objetivo, claro, era criar paz no Oriente Médio.


Entrevista completa aqui


Agradecimento: Laerte Spagnol


Segundo leitores:

Esse vídeo já foi provado ser falso, é apenas um hoax. o áudio do vídeo não com as imagens de quem está fazendo o discurso. Além disso, a imagem que mostra cérebros de duas pessoas diferentes na verdade mostram o mesmo cérebro, mais especificamente, o cérebro de alguém com 43 anos e viciado em metanfetamina.