Menina russa de 13 anos inventa nave intergaláctica

Uma jovem inventora russa, de 13 anos de idade, apresentou seu projeto de uma nave intergaláctica que poderia alcançar outros sistemas solares em somente 42 anos.


A nave será construída na órbita terrestre e não levará ao cosmos nenhuma fonte de energia para assim reduzir sua massa e aumentar sua velocidade. Em troca utilizará como combustível o meio ambiente estelar, do qual 70% é consistido de hidrogênio. O hidrogênio seria ‘capturado’ por um funil magnético, sendo comprimido e aquecido por uma reação termonuclear. Posteriormente o hidrogênio aceleraria e se lançaria de volta ao espaço interestelar, proporcionando desta maneira a velocidade necessária.

Na procura de uma tecnologia segura, econômica e fácil, a autora do projeto escolheu um propulsor de termonuclear de fluxo unificado e um propulsor fotônico de fluxo unificado, como motores para sua nave. Estes propulsores permitirão a aceleração da nave à uma velocidade suficiente para alcançar a estrela mais próximo do nosso sistema solar, Alfa Centauri, em somente 42 anos. As naves espaciais existentes levariam 50.000 anos para fazê-lo.

No total, 500 pessoas iriam a bordo da nave Terra, principalmente famílias. Todos os alimentos seriam sintetizados ou cultivados a bordo da nave através do método de hidroponia, que não requer solo agrícola. Os gastos para construir a nave galáctica seriam mínimos e se rentabilizariam por completo pelos turistas que desejassem viajar, crê a jovem inovadora. A autora do projeto espera ser algum dia a capitã de sua nave espacial.

O diretor do Instituto Internacional de Educação Espacial da Alemanha, Ralf Heckel, soube do projeto e escolheu Ekaterina Trúsheva para participar com sua equipe da competição de construção de veículos para a exploração espacial da NASA.


n3m3

Fonte: www.cristianodigital.net

Colaboração: Silas Soares, Jam

Leia mais: http://ovnihoje.com/

#Espaço #Tecnologia #Vamoscurtir