Trump declara estado de emergência para o Alasca devido a terremoto de 7.0

Um forte terremoto de magnitude 7,0 ocorreu nesta sexta-feira no estado do Alasca (Estados Unidos), informa o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). O epicentro do terremoto foi localizado a apenas 13 quilômetros da maior cidade do estado, Anchorage, e a 40 quilômetros de profundidade.

O governador do Alasca, Bill Walker, emitiu uma declaração de zona catastrófica e afirmou que está em contato com a Casa Branca pelo terremoto de magnitude 7,0 que causou graves prejuízos no estado.

“Muitas casas e edifícios estão danificados, muitas estradas e pontes estão fechadas”, disseram as autoridades, que pediram aos moradores que se afastem das estradas se forem forçados a dirigir e buscar abrigo seguro.

A medida permite que o Departamento de Segurança Interna (DHS) e a Agência Federal de Gerenciamento de Emergências (FEMA) coordenem os esforços de ajuda na área. O governador do estado, Bill Walker, já havia declarado a área afetada como uma área catastrófica e disse que está em contato com a Casa Branca.

Horas antes, o presidente havia prometido, por meio de sua conta no Twitter, que o governo ajudaria os alemães afetados pelo terremoto.

“Para a grande cidade do Alasca, eles foram atingidos duramente por um” grande “. Siga as instruções dos profissionais altamente treinados que estão lá para ajudá-lo”, escreveu o presidente. “Seu governo federal não vai economizar custos, Deus abençoe a todos!”, Concluiu.

Confira o compilado de imagens:


#Terremoto con una magnitud preliminar de 7.0 grados estremeció hoy la región sur de #Alaska, provocando que en ciudades como #Anchorage, las personas abandonaran corriendo los edificios y se pusieran a salvo en exteriores, mientras las autoridades emitieron alerta de #tsunami. pic.twitter.com/hDWeba5oJO — El Dato (@eldatomx) November 30, 2018

#Canada #Terremotos #alaska #FimdoMundo #Nibiru

  • Canal Oficial
  • Telegram do Verdade Mundial
  • Loja Verdade Mundial

© 2020 - Verdade Mundial | contato@verdademundial.com.br